sábado, 9 de dezembro de 2017

Devolução à Natureza de 1 corvo em Gouveia


No dia 9 de Dezembro de 2017 foi devolvido à Natureza um corvo (Corvus corax) em Gouveia.



Esta ave tinha ingressado no CERVAS após ter sido resgatada de uma situação de cativeiro ilegal e apresentava a plumagem deteriorada e atrofia muscular.



O processo de recuperação consistiu em alimentação, treino de voo e socialização com outras espécies de aves durante vários meses, enquanto a ave procedia à muda de penas e se ia avaliando a melhoria das capacidades de voo.



A devolução à Natureza decorreu num local onde a espécie ocorre, na presença dos participantes na 21ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres, antes da visita ao CERVAS que fazia parte do programa.




sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Devolução à Natureza de 1 águia-d´asa-redonda em Gouveia


No dia 8 de Dezembro de 2017 foi devolvida à Natureza uma águia-d´asa-redonda (Buteo buteo) em Gouveia.



Esta ave tinha sido encontrada no chão, com uma lesão ocular e foi de imediato encaminhada para o CERVAS pelas pessoas que a recolheram, através do SEPNA/GNR de Viseu.


O processo de recuperação foi longo, de cerca de 5 meses, e consistiu em almentação, treino de voo e socialização com outras aves de rapina de diferentes espécies.


A devolução à Natureza decorreu numa zona onde a espécie ocorre, num habitat florestal próximo de matos e zonas agrícolas, na presença de pessoas que visitaram o CERVAS e de estagiários do centro.


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

O CERVAS participou III Passeio Micológico em Fornotelheiro, Celorico da Beira


No dia 3 de Dezembro de 2017 o CERVAS participou no III Passeio Micológico em Fornotelheiro, Celorico da Beira.



Tal como nos anos anteriores, esta actividade resultou de uma colaboração com a Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Fornotelheiro (ADRCF) e teve como principais objectivos despertar o interesse da população local nos cogumelos silvestres e sensibilizar para a importância da sua conservação.



Apesar das condições climatéricas adversas para a ocorrência de cogumelos silvestres foi possível detectar uma variedade interessante de espécies, o que permitiu aumentar o conhecimento dos participantes, que na sua maioria já tinham estado em edições anteriores.




Após a saída de campo e antes do almoço decorreu uma breve sessão de identificação e sensibilização na Quinta de Santo António do Rio, tendo sido possível debater aspectos relacionados com a identificação e com os riscos associados ao consumo de cogumelos silvestres.



O CERVAS agradece à ADRCF por mais esta colaboração e continua disponível para futuras acções em parceria.

Devolução à Natureza de 1 coruja-das-torres em Gouveia


No dia 2 de Dezembro de 2017 foi devolvida à Natureza uma coruja-das-torres (Tyto alba) em Gouveia.


Esta ave tinha sido encontrada na berma de uma estrada e entregue no CERVAS pela própria pessoa que a recolheu.


No momento do ingresso no centro verificou-se que a ave estava magra, debilitada, com descoordenação motora e apresentava um hematoma no cotovelo de uma das asas.


O processo de recuperação consistiu em repouso, alimentação, tratamento da lesão e, posteriormente, treino de voo e caça em contacto com outras corujas-das-torres.


A devolução decorreu ao início da noite num local próximo de áreas agrícolas na presença das pessoas que recolheram a ave e de participantes na Caça ao Outono.


Sessão de sensibilização sobre cogumelos silvestres durante a Caça ao Outono em Gouveia


No dia 2 de Dezembro de 2017 decorreu a Caça ao Outono, uma actividade organizada pela GO Romaria Cultural, dedicada aos temas do Outono e da Floresta.


Este evento contou com a colaboração de diversas entidades locais, como o Grupo Aprender em Festa (GAF), o Rancho Folclórico de Gouveia e o CERVAS, que dinamizou uma breve sessão de sensibilização sobre os cogumelos silvestres.


Durante esta acção, que decorreu durante o lanche do evento, foi possível apresentar alguns dos grupos de cogumelos existentes na região durante o Outono, introduzir alguns conceitos básicos relacionados com a identificação e alertar para riscos associados ao consumo de cogumelos silvestres.


O CERVAS agradece à GO Romaria Cultural e restantes organizações parceiras pelo convite e continua disponível para futuras acções em parceria.

Fotos: GAF